Integração dos processos melhora a logística do varejo de móveis e aumenta os lucros

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

32 Integração dos processos melhora a logística do varejo de móveis e aumenta os lucros

logística é muitas vezes o “calcanhar de Aquiles” das redes varejistas de móveis, as quais encontram dificuldades para gerenciar de forma eficiente todo o processo de entrega, montagem e assistência técnica das mercadorias para seus clientes. Quando essa operação é bem administrada ela consome entre 6% e 9% do valor da venda. Porém, não são poucas as redes que consomem 15% ou até mais do seu faturamento por problemas logísticos, nem sempre visíveis para o gestor.

Enquanto a complexidade do setor de móveis cresceu nos últimos anos (exigência do consumidor, regras de trânsito, etc), várias empresas ainda fazem todo este controle por meio de planilhas ou usando vários sistemas diferentes em cada área, os quais não conversam entre si. “Esse cenário abre um grande espaço para a otimização da logística e consequentemente para melhorar consideravelmente as margens de lucro e o atendimento do consumidor”, diz Cleber Piçarro, CEO da Nérus. “Um software de gestão especializado, que integra a loja, o estoque, a gerência e o fiscal da operação permite que o varejo organize seus processos de forma adequada”, afirma o executivo. “Assim o gestor tem o comando do varejo em suas mãos”.

Um software integrado conecta o ponto de venda com toda a retaguarda da empresa. Isso permite ao vendedor definir com precisão o prazo de entrega e o dia da montagem na hora de fechar uma venda. O sistema otimiza a logística de entrega, com a localização das peças e agregação de carga de forma muito mais eficiente. As emissões das várias notas são feitas de forma automática. E o pessoal de montagem e assistência técnica pode ser acionado somente quando necessário.

Leia também: Programe a entrega e a montagem dos móveis na hora da venda

Com o controle das vendas, do estoque, do status da entrega e da montagem fica mais fácil cumprir os prazos combinados. Assim, a rede varejista de móveis pode aumentar de forma exponencial a satisfação de seu consumidor. E pode ainda tomar ações preventivas porque o sistema alerta com antecedência a ocorrência de imprevistos.

Com a experiência acumulada nos últimos 20 anos na automação de redes de lojas com o software Nérus, Cleber Piçarro garante que o investimento em sistemas se paga em menos de 2 anos. “Os resultados aparecem em todas as áreas”, diz ele, citando números médios de eficiência conquistado por seus clientes:

– Redução de estoque em até de 40%.

– Aumento do giro de estoques de 4,5 para 8,5 ao ano.

– Redução da frota de entregas de 30 veículos para 14 veículos.

– Redução da equipe de montadores de 60 para 35 colaboradores.

– Redução do custo de entrega na ordem de 40%.

– Redução do custo de montagens na ordem de 35%.

Segundo Eduardo Leandro, Gerente de TI nas Lojas Móbile, um dos clientes Nérus, o software permitiu a organização de fluxos e processos de mercadorias e notas fiscais dentro de sua rede de lojas, melhorando a eficiência da operação, ganho de escala, redução de estoques e otimização de logística de entrega e montagem.

Os desafios de 2018 estão aí, é hora de aposentar o Excel no varejo. E a hora é agora.

Leia também: Aumente as vendas com serviços agregados