3 desafios e 3 soluções para aprimorar o seu varejo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×
fosforo feliz e1436187243296 1 3 desafios e 3 soluções para aprimorar o seu varejo
Em recente matéria publicada no Valor Econômico (Como manter seu varejo relevante até 2020), Angela Klinke apresentava o caso da “Fartech”. Trata-se de uma varejista online de modas que atua em mais de 180 países, tanto com lojas físicas quanto online, que passou a investir em tecnologias que a mantivessem a empresa “vigorosa” pelo menos até 2020.
O projeto que a Fartech se chama “a loja do futuro”. Trata-se de um departamento que pesquisa soluções e tecnologias com o objetivo de manter a rede crescendo com rentabilidade. Entre os principais destaque da interessante reportagem destacamos 3 pontos:
1- Conexão entre lojas físicas com o “e-commerce”
De acordo com a reportagem, a integração total entre a loja online e a loja física é uma das saídas para o varejo. O varejo físico não vai acabar e o on-line pode se beneficiar disso e vice-versa. Trata-se do “omni channel”. Seguindo esta tendência, a Fartech implantou o sistema “click & collect” onde o consumidor pode comprar online em lojas de uma determinada marca e pegar em outra rede de marca completamente distinta.
O foco claro está na comodidade do consumidor (em escolher a loja mais conveniente para ele) e na logística (facilitando a entrega e a coleta da mercadoria). Ao mesmo tempo, tenta-se se preservar o “lucro”, item muito difícil de ser encontrado hoje no “e-commerce”;
2- 30% das compras no site são feitas via ‘smartphone’
Apesar de não haver uma previsão clara sobre o percentual de vendas móveis que será atingida no varejo, está claro que isso se tornará cada vez mais presente. Ou seja, o varejo precisa aprender a lidar com a computação móvel. Seja para consultar, comprar ou acompanhar, a mobilidade veio para ficar. Evitá-la ou ignorá-la é um erro.
3- O varejo continuará a exigir uma experiência gratificante

Para compras realizadas online ou offline o prazer de comprar continuará a ser um desafio. A experiência precisa ser sempre que possível personalizada (a Fartech inclui uma consultoria presencial de moda para determinados tipos de Clientes). A experiência precisa ser rica e rápida, onde o consumidor acha o que procura com facilidade e riqueza de detalhe, mas também pode sair rápido do ponto de venda (online ou loja física) assim que tiver concluído sua compra.

A experiência precisa levar em consideração as características gerais do consumidor (sexo, idade, poder aquisitivo, etc). Varejo continuará ligado a psicologia da compra.

Como a tecnologia pode ajudar nos desafios acima? Como podemos encarar estes mesmos desafios? Nossa visão sobre isso também é pragmática e ao nosso modo já ajudamos boa parte dos Clientes que atendemos hoje. Segue nossa breve visão:
Redes de lojas (rua ou shopping)

Primeiro ponto está ligado a suportar o varejo online. Apesar de entender que novos negócios irão surgir online não se deve sob hipótese alguma descartar ou ignorar todo a experiência e competência acumulada pelos atuais varejistas. Não, sua rede de lojas não vai acabar. Seu negócio pode continuar a ser relevante fisicamente. Para isso, precisa se integrar. Vai se integrar com o “mundo online”.

Contudo, questões como ponto, atendimento, compras, mix de produtos, controle de estoque, controle fiscal, fluxo de caixa, continuam a existir tanto física quanto virtualmente. Quando se pensa no varejo online totalmente novo, sem nada a ver com as competências das lojas físicas, estamos cometendo um erro. Portanto, valorizar este conhecimento é muito importante. Para tal, procure um software para seu negócio (varejo) que conheça o mundo físico e saiba lidar bem com ele. Obviamente, procure um que também lhe permita ir para a internet.

E-commerce Integrado

O e-commerce ou marketplace (aguarde matéria da Nérus explicando isso com detalhe) precisa estar totalmente integrado com a loja física, quando esta existir. Um dos erros comuns é pensar estratégias independentes para cada um, desperdiçando preciosos diferenciais como estoque, compras, profissionais, etc.

Procure um sistema que se integre diretamente com o sistema de lojas físicas. Essencial! Integração é a chave para para manter os dois mundos funcionando e ao mesmo tempo aproveitando as competências de todos. Existem diversas soluções online (magento, rakuten, etc). Integre-as. Isolá-las é um erro. A mobilidade entra na mesma regra. Precisa estar integrada com o online e o físico (offline).

Nuvem (cloud computing)

Está claro que o varejo manterá algumas características onde quer que esteja. Velocidade, disponibilidade, segurança, flexibilidade, continuarão a ser essenciais. Logo, para que possa se manter relevante, precisará de apoio da tecnologia para isso. Hoje, o melhor que pode oferecer para redes de lojas, sejam elas online ou físicas, é colocar seu negócio na nuvem (cloud computing).

A Nuvem vai permitir que o seu negócio funcione 24×7, de forma segura, crescendo de acordo com a demanda e num custo aceitável. Procure soluções de software que forneçam isso para seu negócio. Pensar em infra-estrutura interna, a menos que esteja sobrando muito disso em seu negócio, é andar contra a maior inovação dos últimos anos a favor do varejo.

Procure soluções especializadas em varejo mas que estejam prontas para rodar na nuvem. Você irá colher o melhor para seu negócio e certamente ajudará na missão de manter seu varejo relevante por muitos anos.

Continue a seguir nosso blog e compartilhe!