8 dicas de controle de estoque para e-commerce

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

8 dicas de controle de estoque para seu e commerce e1438695704485 1 8 dicas de controle de estoque para e commerce

A gestão de uma loja virtual costuma ser um grande desafio para os empresários e exige uma série de controles, rotinas, disciplina, além de muita dedicação e esforço.

Um dos pilares que sustentam o sucesso de qualquer negócio é a administração acertada do estoque. Afinal, envolve aspectos como investimento, logística, atendimento ao cliente e, principalmente, a reputação da empresa.

Assim, o controle de estoque para o e-commerce merece especial atenção.

Para evitar problemas e prejuízos, é necessário adotar um bom gerenciamento de estoque, que integre informações, mapeie processos e garanta uma operação segura e confiável.

Veja algumas dicas para otimizar o controle de estoque para e-commerce.

Como fazer controle de estoque para e-commerce

Na dúvida de como gerenciar o estoque para loja virtual? Selecionamos diversas boas-práticas de gestão do estoque de e-commerce para você começar a empregar o quanto antes!

1- Analise o tipo do negócio

O primeiro passo é conhecer com profundidade a própria empresa, o negócio, o mercado, o produto, o diferencial e o público consumidor.

É fundamental saber qual o espaço necessário para o estoque médio, a rotatividade, os prazos dos fornecedores.

Esses aspectos influenciam diretamente na gestão de inventário.

Você sabecomo funciona o estoque no e-commerce? Basicamente, o e-commerce trabalha com dois tipos de estoque:

Drop shipping

De fato, neste caso, não há estoque de produtos. E como maontar uma loja virtual sem estoque.

As empresas realizam as compras de acordo com a demanda. Esse modelo é chamado de drop shipping e é recomendado para empresários com pouco capital disponível para investimentos em estoques.

Porém, para funcionar, é essencial construir uma relação de confiança com os fornecedores, de forma a garantir a entrega, o prazo e a qualidade do processo. A gestão do estoque no e-commerce, neste caso, precisa ser muito atenta!

Estoque regular

O estoque tradicional exige um controle rígido e um monitoramento constante. Ou seja, é o mesmo processo utilizado pela loja física, e o empresário passa a conviver com os mesmo problemas:

  • risco de perda,
  • roubo,
  • extravio,
  • devoluções etc.

Portanto, um espaço físico é necessário, bem como a conservação, limpeza e organização do local. Sem isso, não há como gerenciar uma loja virtual.

A atenção a conceitos logísticos como fluxo PEPS (primeiro que entra, primeiro que sai) também é importante, de acordo com o tamanho e natureza do estoque.

Veja também: 5 dicas de controle de estoque que vão mudar sua forma de trabalhar

2- Realize inventários

O inventário é crucial para a gestão do estoque de e-commerce, pois através dele é possível identificar o capital investido, as entregas dos fornecedores e as vendas aos clientes.

Esse controle deve ser constante, e se possível online, já que compras realizadas pela internet são finalizadas rapidamente e clientes podem comprar produtos que, na verdade, já se esgotaram.

Esse tipo de situação pode causar transtornos e claro, a insatisfação do consumidor. Portanto, a utilização de equipamentos como coletores e código de barra começam a ser obrigatórios para quem quer levar a gestão de estoque para loja virtual a sério, uma vez que eles automatizam e facilitam a apuração dos inventários.

3- Faça mapeamento do fluxo

Um controle de estoque de e-commerce efetivo depende do mapeamento do fluxo de entrada e saída dos produtos.

Lembre-se que não é só a compra e a venda, temos ainda as devoluções, as trocas, os materiais com defeitos, etc.

Depois, é preciso reconhecer quais são os produtos de maior e menor volume de vendas, assim como a frequência de reposição de cada um deles. Para compreender estes dados e tomar decisões acertadas, é importante analisar o histórico de vendas da loja.

Os períodos sazonais merecem cuidado especiais. Datas comemorativas como Natal, Páscoa, Dia dos Namorados e Dia das Mães precisam de estoques diferenciados para atender a demanda.

4- Adote uma plataforma integrada a um ERP

É interessante adotar uma plataforma que possua ferramenta de ERP integrada. Assim, caso o produto se esgote, o site será atualizado imediatamente e o cliente será informado. Evitando, assim, a compra de itens que já não estão disponíveis.

Todas as informações do estoque devem ser compartilhadas no sistema de gerenciamento da plataforma e integradas. O que vai proporcionar uma visão real e abrangente do estoque, incluindo condições extraordinárias, como cancelamento de pedidos, trocas e devoluções.

saiba mais: Passo a passo de como escolher o melhor ERP para varejo

5- Organize e padronize o controle de estoque do e-commerce

A organização do estoque para loja virtual é fundamental para agilizar a busca de cada produto. Por isso, é importante definir claramente ordens e parâmetros para separação dos itens, bem como um mapa para identificação dos locais de armazenagem.

A adoção de sistemas especializados costuma ser uma boa alternativa para reduzir o tempo gasto nos controles manuais e diminui a chance de erros.

6- Desenvolva parcerias com fornecedores confiáveis

Os fornecedores são peças-chave para o sucesso de uma empresa. E quando o assunto é controle de estoque no e-commerce, essa importância fica ainda mais evidente.

Atrasos de fornecedores costumam causar danos financeiros e ainda prejudicam a imagem da marca.

Dessa forma, é prudente fazer pedidos com antecedência, desenvolver constantemente novos potenciais fornecedores e substituir alguns, quando for necessário.

7- Estude o perfil de compra

Estudar o histórico de vendas para definir o perfil de compra do público consumidor também é uma prática bastante útil para controle de estoque do e-commerce.

Com essa estratégia, é possível planejar melhor os lançamentos de novos produtos, bem como o encerramento de outros.

8- Faça auditorias

Todo processo precisa de conferências periódicas para assegurar que não há desvios ou falhas. Dessa forma, confira dados, datas de pedidos e de recebimento de mercadorias, notas fiscais e audite o estoque.

Conclusão: use a tecnologia a seu favor!

Com essas dicas em prática o seu estoque estará sempre em dia, sem produtos sobrando ou faltando. Isso funcionará como forma de evitar perda de dinheiro.

Um sistema informatizado de gestão integrada, como o Nérus, pode trazer diversos benefícios para seu negócio. Por se tratar de um ERP desenvolvido para o varejo por especialista nessa área, ele tem tudo que você precisa.

Você já costuma agir de acordo com essas orientações? Tem mais alguma dica para compartilhar? Escreva para nós através dos comentários!

Leia também: Benefícios do e-commerce: 5 motivos para integrar a sua loja física às vendas na internet