5 passos rotineiros para um estoque preciso

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

5 passos rotineiros para um estoque preciso 1 5 passos rotineiros para um estoque preciso

O controle de estoque é essencial para uma boa gestão, independente do tamanho na empresa. Por isso, é muito importante que exista uma atenção especial no gerenciamento do estoque, evitando excessos e prevenindo a falta de produtos. Além disso, ele deve ser sempre planejando baseado nos melhores e piores períodos de venda da empresa. Se na sua empresa ainda não existe um controle de estoque eficiente, preparamos 5 passos para você começar a melhorar seu controle de estoque hoje mesmo.

1 – O estoque começa pelo pedido de compras

Alinhe sua equipe de compras para a realização de um pedido de compras muito bem realizado, que envolve o fluxo de vendas, análise do estoque, programação de pedido e de prazos de entrega.

2- Um detalhe que faz a diferença

Garanta que as informações do pedido de compra estejam em algum documento, de fácil acesso, para a conferência na entrega (produtos, quantidades, valores, frete, área fiscal, etc).

3- O profissional também é importante

Obtenha o máximo de assertividade no ato de uma conferência cega. Para isso, treine o profissional responsável.

4- Atento sempre

Tenha a vigilância constante para não ter estoque negativo. Isto impacta em todos os processos sequenciais do comércio (financeiro, contas a receber, PDV, etc). Processos esses que podem lhe trazer muita dor de cabeça.

5- O PDV também tem sua responsabilidade 

Não basta administrar somente a entrada do produto, nem tão pouco o estoque em si. É fundamental o registro correto do produto na saída. Não somente a venda, mas também nas transferências e devoluções, o que justifica a importância da adequação para o uso de códigos de barras.

Problemas com seu controle de estoque? Saiba como mudar essa realidade!

Não deixe de ficar atento também com os seguintes tópicos:
  • Identificar e eliminar os produtos obsoletos em estoque;
  • Não aceitar erros quanto à condição de falta ou excesso de estoque em relação às vendas;
  • Fornecer informações adequadas ao planejamento de curto, médio e longo prazo, das necessidades de materiais e estoques;
  • Manter os custos em níveis econômicos, levando em conta os volume de vendas, prazos, recursos e seu efeito sobre o custo de venda do produto.

Leia também: Você vende o que compra, ou compra o que vende?


Se quiser ver como o ERP da Nérus pode ajudar você a ter um controle de estoque mais eficiente, mais confiável e sem gerar mais trabalho para a sua equipe, clique aqui e solicite o contato de um de nossos consultores.