O que é ERP e como saber se é hora de investir nesse software para sua empresa

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Imagem Blog EAC O que é ERP e como saber se é hora de investir nesse software para sua empresa

A aquisição de um ERP deve ser bem pensada pelo varejista. Afinal, se trata de um investimento de valor considerável, mas que traz excelentes resultados ao longo do tempo.

A hora exata para investir em um ERP é quando você sente que as coisas estão saindo de controle. E, assim, percebe que já não é mais possível manter a gestão da sua loja somente com controles manuais e ferramentas de pouco impacto.

Conheça os 5 sinais que mostram o momento certo para investir em um ERP.

Mas você sabe o que é ERP?

Neste post, você vai entender definitivamente o que é ERP, além de dicas de quando começar a usar.

Veja também: Como um ERP pode ajudar no gerenciamento de sua loja

O que é ERP?

Com dúvidas sobre o que é ERP? Não é difícil entender o que é ERP, você vai ver!

ERP é um sigla em inglês que significa Enterprise Research Planning. A tradução seria algo como Planejamento dos Recursos Empresariais.

Na verdade, esse nome não diz muito sobre o que é ERP.

Podemos dizer que um ERP é um software de gestão empresarial que integra todas as áreas do negócio. Assim, as informações fluem por todas as áreas, com mais transparência.

A vantagem do ERP é que as informações, de vendas, por exemplo, usadas pelo marketing, pela área de vendas e pela área de logística ou financeira são rigorosamente as mesmas.

Isso evita duplicidade de informações e erros ao se fazer projeções ou verificar o desempenho do negócio.

Costuma-se dizer que o ERP é a “única fonte da verdade”. Seus dados são transparentes e confiáveis.

Ficou claro para você o que é ERP? Um sistema de gestão integrada empresarial.

Agora que você entendeu o que é sistema ERP, vamos ver os sinais de que é hora de usar um software ERP em seu negócio.

Saiba mais: ERP? Não seria melhor usar “EOS”?

5 sinais de que é o momento de investir em um software ERP

1- Crescimento acelerado dos negócios

Seu comércio cresceu muito rapidamente e você está correndo contra o tempo para dar conta de tudo? Os funcionários estão sobrecarregados e você não consegue encontrar pessoal qualificado para contratar e aliviar o peso de tanto trabalho?

Esse é um dos sinais de que você deve buscar um ERP. Ele vai automatizar seus processos e otimizar a produtividade da sua equipe.

Faça isso antes que tudo saia de controle e você não possa mais colocar a casa em ordem sem a ajuda de uma consultoria especializada.

2- Inconsistências nos controles financeiros

O financeiro é a parte mais importante do seu comércio. Afinal, é lá que você verifica se as vendas estão indo bem, se a rentabilidade do seu negócio está dentro do esperado, se é preciso injetar capital para manter a operação etc.

Quando você verifica que há inconsistências no seu financeiro, que o fluxo de caixa não bate, que o demonstrativo de resultados não está de acordo e que os lucros projetados no seu planejamento não estão acontecendo, é hora de pensar em um sistema ERP.

Dessa forma, você poderá integrar todas as informações, eliminar lançamentos manuais e dar maior segurança aos relatórios gerenciais.

Colocando todo o financeiro em ordem, o ERP vai contribuir npara que você tenha certeza da sua situação financeira. E também para que você tome decisões mais acertadas em relação ao seu comércio.

3- Descontrole no estoque

O estoque faz parte do seu financeiro, pois ele compõe o seu capital de giro, ou seja, o dinheiro que você tem em caixa.

Assim, se há algum tipo de problema no estoque, como perdas, roubos ou qualquer tipo de descontrole, significa que você está perdendo dinheiro, o que não é nada bom.

Sabendo que o seu estoque há muito não tem as entradas e saídas compatíveis, você deve pensar em adquirir um sistema ERP para dar um basta nesta situação e integrar as vendas às saídas de estoque, tornando o processo muito mais transparente e seguro.

A partir da implementação do ERP, se as inconsistências continuarem, você saberá exatamente a quem responsabilizar e como sanar o problema.

4- Matriz e filial não se conversam

Um comércio varejista se torna mais competitivo à medida que consegue reduzir custos e promover um atendimento de qualidade ao consumidor.

Se você tem estoques separados para matriz e filial, se as duas bases de dados não se conversam e no final do mês é preciso um trabalho colossal para fechar as contas, talvez você esteja precisando de um ERP.

A integração de todos os dados, financeiros, de estoque, de pessoas, de vendas, em um único local dá a você a percepção de como anda de verdade o seu comércio, onde é preciso investir mais, qual filial é mais lucrativa e como distribuir os recursos para potencializar as vendas.

5- Processos lentos e insatisfação do cliente

Suas trocas e devoluções levam semanas, os clientes ligam insatisfeitos a todo o momento e você sequer tem um histórico dos atendimentos realizados? Situação difícil, não é mesmo?

Mas com o ERP isso tudo pode acabar, pois ele permite que você otimize seus processos e torne-os mais eficientes, o que impacta diretamente no atendimento ao cliente.

Além disso, todo o histórico do cliente fica guardado para que você possa desenvolver ações de relacionamento personalizadas, aumentando a fidelização.

Leia mais: “Excel Resource Planning”: o sistema ERP gratuito que sai muito caro para o varejista!

Já sabe o que é um ERP? Convencido dos motivos para usar ERP na empresa?

Então, conheça o Nérus, um sistema ERP para varejo completo e com custo benefício excelente.

O Nérus foi criado por especialistas em varejo e conta com versões para diversas áreas, como:

Sem falar no app e no no e-com, veja mais: