Como calcular o retorno do investimento de um ERP no varejo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Como calcular o retorno do investimento de um ERP no varejo 1 Como calcular o retorno do investimento de um ERP no varejo

 

Cada vez mais, cresce o número de empresas de varejo que adotam sistemas ERP para ajudar na sua gestão e otimizar, de forma mais confiável, os processos internos. Um ERP é um sistema integrado de gestão empresarial, ou seja, é um software que agrega, de maneira automatizada, todos os setores e dados de uma empresa para facilitar o controle sobre suas informações e aperfeiçoar seus resultados. Você sabe como calcular o retorno sobre o investimento (ou ROI) de um ERP para sua empresa? Descubra a seguir:

Definindo o ROI de um ERP

O ROI é um indicador que permite avaliar se um investimento realizado pela empresa trará uma recompensa que justifique a sua implantação. Daí, a importância do ROI para qualquer empresa, pois o cálculo possibilita avaliar a viabilidade de um projeto, evitando prejuízos e proporcionando a previsão dos resultados.

Para calcular o retorno do investimento de um ERP para sua empresa você deve, antes de tudo, definir o que será seu retorno ideal a ser obtido. É preciso estabelecer um conceito de retorno sobre o ROI para poder calculá-lo. Esse conceito pode englobar tanto os lucros que serão trazidos pelo investimento quanto a economia que ele vai proporcionar — ou seja, os cortes nos gastos da empresa.

Aplicando essa ideia no ERP

No sistema automatizado (ERP), considere todos os gastos que terá com o seu projeto, quanto terá que investir em dinheiro, quanto gastará com sua manutenção, com qual valor terá que arcar a fim de concretizá-lo em todas as suas etapas. Compare com a economia que investir no ERP proporcionará à empresa. Lembre-se de que tal aplicação corresponde à implementação de um novo software em seu sistema interno.

Definindo os gastos, os lucros e a economia gerada

Para avaliar os gastos que terá com seu investimento, considere o valor cobrado para fazer a implementação do software em sua empresa, os respectivos custos de manutenção e se vai precisar de serviços adicionais externos para mantê-lo. Calcule quanto gastará com servidores (considere utilizar a tecnologia Cloud Computing) e máquinas no suporte daquele software, bem como os custos diretos e indiretos para se fazer uma análise satisfatória.

Avalie também o tempo economizado nas horas de trabalho para todos os seus funcionários, inclusive aqueles que desempenham cargo de chefia. Compare o tempo economizado com os resultados oferecidos, a agilidade na realização das atividades – enfim, a eficiência do novo sistema. Calcule quantas pessoas da empresa serão atingidas pelo ERP, faça uma análise de quantas horas poderão ser economizadas e multiplique-as pelo salário de cada funcionário envolvido.

Lembre-se também que o sistema de gestão poderá lhe ajudar a aumentar o giro de estoques, reduzir o capital investido em estoques, redistribuir automaticamente e equilibrar os estoques de cada loja, diminuir a inadimplência do crediário, agilizar a cobrança dos títulos em atraso, automatizar a conciliação dos cartões de crédito, automatizar a entrada das notas fiscais de compra via arquivo XML, tudo isso e muito mais, portanto fique atento ao que é vital e importante para a sua empresa. É isso que fará toda a diferença em sua decisão.

Usando adequadamente a fórmula do ROI

Já de posse das informações anteriores, use a fórmula a seguir para calcular o retorno do investimento de ERP:

ROI = (Lucro ou economia – valor do investimento) / valor do investimento

Essa fórmula oferecerá o valor do retorno de investimento do ERP, que será expresso em porcentagem. Por exemplo, se sua empresa quer economizar cerca de R$ 200.000,00 em três anos, a um custo de implementação de R$ 80.000,00 do ERP, terá os seguintes números expressos na fórmula:

(200.000 – 80.000) / 80.000 = 120.000 / 80.000 = 1,5 (150%)

Aprendendo a usar o retorno do investimento de ERP

De posse do valor acima, ainda no exemplo sugerido, sua empresa poderia fazer comparações entre o ROI desse determinado software e de outras soluções tecnológicas ou metodologias para se obter resultado parecido, optando pelo mais viável. O valor deverá servir como referência a outros projetos.

Fazer uso do ROI é uma forma de buscar alternativas para resolução de problemas e de diminuir riscos desnecessários, aumentando as oportunidades de chances e êxito em seus negócios. As empresas de varejo podem usufruir muito dos seus benefícios, gerando altas possibilidades de crescimento. Você já pensou nas vantagens de implementar um ERP em sua empresa?