Nérus e-com acelera ingresso das redes nas vendas online

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

55 Nérus e com acelera ingresso das redes nas vendas online

A Nérus apresenta o mais novo desdobramento de seu software integrado para o varejo: o Nérus e-com.

A funcionalidade foi desenvolvida para as redes varejistas que querem entrar no mundo do varejo digital. Especialmente para as redes cujo fortes são as vendas em lojas físicas. “A grande vantagem é que, com o Nérus e-com, a administração da plataforma de vendas online do cliente pode ser feita diretamente no ERP, integrando as operações offline e online”, diz Marcos Nannetti, diretor da Nérus. “O varejista controla de forma conjunta, nos dois canais de venda, a precificação, estoque, contas a pagar e receber, parte financeira e fiscal e muito mais,”, diz “É a forma mais segura, mais fácil e mais organizada de se colocar uma rede de lojas físicas no varejo digital”.

É também a menos custosa. Isso porque ao evitar as estruturas duplas offline e online, o gestor da rede evita custos desnecessários e promove as sinergias com as quais potencializa seus ganhos operacionais. “Com tudo integrado, o gestor tem a visão completa do negócio e pode então gerar real valor com essas duas operações”, diz Nannetti.

Essa novidade Nérus tornou-se possível porque o ERP da marca, que já integra todas as operações do varejo, ganhou um API (Application Programming Interface) que permite à uma rede varejista que só atua offline dois caminhos para começar a explorar as vendas on line. Um deles é direto, simples: conectando o Nérus e-com a um market place. Ou, por meio de uma plataforma e-commerce integrada ao Nérus e-com. Com essa plataforma a rede pode explorar com sua própria marca o varejo digital.

No final de 2018 o Nérus e-com estará disponível para clientes atuais da Nérus. Ele será também oferecido como opcional de compra para novos clientes.

Serviços e relacionamento

O Nérus e-com permite a entrada no e-commerce de forma rápida. A opção pelo market place pode ser interessante. Trata-se de uma plataforma online de vendas de bandeira única (Ricardo Eletro, Lojas Marisa, Submarino, entre outras) onde várias redes vendem produtos online, de “carona” e de forma anônima. Uma vantagem dessa opção é que todo o esforço publicitário é da rede hospedeira. “Quem nunca vendeu online pode, no market place, treinar em operações que são muito importantes no comercio online, como logística de entrega”, aponta Nannetti.

Para quem optar pela plataforma própria de e-commerce há a vantagem da marca própria. Porém recairá sobre a empresa toda a comunicação online, que já foi barata, mas está ficando mais cara e mais complicada de se fazer. “A competição é hoje gigante”, alerta ele.

Mas o varejista que hoje atua apenas no offline e que entrar no e-commerce focado somente no aumento de vendas pode ter algumas (desagradáveis) surpresas. Há fatores logísticos, administrativos, operacionais e concorrenciais que limitam a efetividade e a lucratividade dessa ação. “Como ele vai competir com as grandes redes online que já nasceram estruturadas para esse mercado digital. E que já estão há anos operando na web?”, pergunta Nannetti.

Para o diretor da Nérus, entretanto, o mundo digital é um caminho necessário de ser explorado. “Não dá para imaginar um mundo com menor internet”, diz ele. “Além disso, existem outros benefícios do mundo digital que podem ser explorados além das vendas”, diz o diretor da Nérus. Além de vendas adicionais, o e-commerce pode aumentar as compras dos clientes já existentes. Eles se sentirão confortáveis em comprar mais de quem já estão habituados a frequentar. “Se a rede conhece o cliente e estuda seus hábitos de compra, pode canalizar, online, ofertas adicionais dirigidas a ele”, cita o diretor da Nérus.

Serviços adicionais

Podem ser oferecidos, ainda, serviços adicionais, relativos aos produtos. Por exemplo: programa de fidelidade automático com recompensas; opção de recebimento de pedidos antecipados; entrega programada; bônus de descontos. Aplicativos podem reforçar a proximidade entre vendedor e comprador, criando vínculo entre a marca e seu consumidor.

Esse relacionamento online aumenta o valor da experiência do cliente com a rede varejista. E a maior proximidade da loja com seus clientes é o caminho da fidelização. “Quem entender o e-commerce dessa forma mais ampla poderá se beneficiar muito desse canal”, conclui Nannetti.