Como se preparar para a Black Friday: o que fazer antes das vendas começarem? 4 dicas para lojas virtuais

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

O faturamento das vendas online de 2018, durante a Black Friday (somando apenas os resultados da quinta e sexta-feira) foi de 2,6 bilhões de reais, o que representa um crescimento de 23% em relação a 2017. Esse dado mostra que aprender como se preparar para a Black Friday é fundamental para empresas que desejam uma fatia desse valor total.

Criada nos Estados Unidos, a Black Friday acontece, tradicionalmente, na sexta-feira seguinte ao Dia de Ação de Graças americano, no final de novembro.

No Brasil, se tornou bastante comum que as empresas usem o mês de novembro quase todo para realizar campanhas de liquidação, mas sempre com algo especial para o dia “oficial” da Black Friday.

Como vimos acima, a previsão para as vendas da Black Friday são otimistas para o comércio eletrônico, mas é necessário dominar algumas dicas de como se preparar para a Black Friday para garantir sucesso e vendas!

Leia também: Promoções: Redenção ou Perdição para o Varejo! – Parte I

Como se preparar para a Black Friday: 4 dicas para aproveitar o melhor da data

Usar a Black Friday de maneira estratégica vai ajudar você a conquistar mais do que apenas vendas e clientes pontuais. A data pode ser usada para:

  • queimar estoque que está parado nas prateleiras;
  • ampliar o volume do capital de giro para renovação de estoque e investimento de marketing para as vendas de dezembro;
  • conquistar novos clientes que ainda não conhecem sua empresa e tentar fidelizá-los para o Natal;
  • captar leads e mais.

1. Prepare a infraestrutura do seu e-commerce para aguentar o pico de acesso e vendas

O Natal é a principal data para o comércio, seja ele físico ou virtual, entretanto, aprender como se preparar para a Black Friday é uma oportunidade de começar a faturar mais, um mês antes dessa grande data.

Essa é a primeira dica de como se preparar para a Black Friday porque sem infraestrutura para aguentar o pico de acessos e de transações, seus resultados serão uma tragédia!

Se você tem uma loja que tem um acesso médio diário de 500 visitas e na Black Friday recebe 2.500 usuários, você não pode correr o risco de seu servidor sair do ar, ficar lento ou impedir a conclusão de transações, correto?

Com um estrutura fraca, ao invés obter lucro e ampliar o faturamento, você terá jogado fora todo o investimento em marketing que você fez para atrair usuários para sua loja.

Para vender mais na Black Friday invista em uma boa plataforma de e-commerce e em um software de varejo completo e robusto.

Contar com um sistema que oferece apoio de suporte técnico e que garanta que as vendas não parem, é fundamental para conseguir os resultados desejados para esse período.

Para isso não é necessário investimentos muito altos. A Nérus, por exemplo, é um software de gestão de varejo, parceiro da AWS, a maior e mais segura empresa do mundo em computação na nuvem, que permite a redução de custos de estrutura de TI para lojas virtuais.

2. Organize seu estoque

Nem tudo o que está no seu site precisa entrar nessa mega liquidação.

Também não é aconselhável colocar apenas as peças encalhadas.

Por isso, organize seu estoque, veja o que pode entrar e o que é melhor guardar para as vendas do Natal.

O controle de estoque para e-commerce, não apenas na Black Friday como em qualquer época do ano, pode ser realizada usando um ERP  que integra todas as informações estratégicas da loja virtual.

Com um ERP o processo de como se preparar para a Black Friday será muito mais fácil, afinal o sistema permite que você:

  • automatize ofertas e promoções;
  • realize o controle efetivo das vendas, estoque e logística;
  • integre os canais de comunicação;
  • realize vendas em uma estrutura OmniChannel e mais.

3. Faça a projeção de preços

Durante a Black Friday, assim como em qualquer campanha promocional que você realize, seu lucro em cada peça vai diminuir porque você vai diminuir o valor de venda do produto. Entretanto, o faturamento geral vai ampliar.

Além disso você pode atrair novos clientes para que conheçam sua marca e passem a comprar em outras datas, como o Natal, que já está chegando.

Leia também: Como aumentar as vendas no Natal: aproveite essa oportunidade!

Além disso, lembre-se que você vai ampliar o seu capital de giro, liberando peças que estavam paradas no estoque.

Isso pode ser importante para você realizar investimentos em novas mercadorias e em marketing, no final de ano.

É importante que você faça cálculos para saber qual o desconto máximo que pode oferecer, para que a venda ainda seja interessante para seu negócio.

4. Não engane seu cliente

Nos primeiros anos da Black Friday no Brasil, algumas empresas ampliaram o preço dos produtos algumas semanas antes para no dia diminuírem o valor, alcançando apenas  valor inicial. A famosa oferta que custa “metade do dobro”.

Esse tipo de estratégia é antiética e pode destruir a imagem do seu e-commerce entre seus clientes. Não faça isso!

Prepare-se para vender!

Aprender como se preparar para a Black Friday é aprender como se preparar para vender. Vender muito!

Como dissemos acima, para tornar ainda mais eficiente toda a gestão para e-commerce de varejo, você pode integrar um ERP para e-commerce.

O Nérus oferece uma plataforma de e-commerce robusta e um ERP especializado nos setores de Móveis e Eletroeletrônicos, Material de Construção, Moda e Calçados e Autopeças.

O sistema é completo e tem excelente custo benefício, permitindo que você mantenha um planejamento para vendas que vai te ajudar em como se preparar para a Black Friday, bem como aumentar as vendas durante o ano todo.

 

Controle de maneira mais fácil as informações sobre gestão financeira do varejo, estoques, entregas, vendas e muito mais.

Então, se você quer ampliar o número de canais de venda do seu negócio de maneira profissional  e eficiente, entre em contato conosco.

 

Preenche o formulário abaixo, que entraremos em contato.