Por que investir em Marketing de Conteúdo para sua loja virtual?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Por que investir em Marketing de Conteúdo para sua loja virtual?

Atualmente os empresários já não podem ignorar a importância de se conduzir as estratégias comerciais com base em todas as etapas do funil de vendas. 

Isso é válido também para uma loja virtual, que deve conduzir seus esforços de relacionamento com o público desde a etapa de geração de leads até a de fidelização/engajamento dos seus clientes.

Como é sabido, vivemos a época do marketing de relacionamento e das empresas que tentam cada vez mais se apresentar para o público como se fossem uma pessoa de carne e osso. De fato, o esforço de personificação das marcas é hoje algo notório e bem disseminado.

Em tempos assim, as marcas que não souberem se reinventar e estabelecer uma relação de qualidade para com o seu público, certamente ficarão para trás. 

Além disso, estarão sempre na iminência de acabar perdendo espaço para a concorrência que cresce diariamente.

Não obstante, este é justamente o esforço do marketing de conteúdo, conforme ficará claro no decorrer deste artigo. A fim de que ele não fique apenas no campo das abstrações, aplicaremos exemplos bastante práticos, com foco nos segmentos mais promissores:

  • Casa e construção;
  • Moda e calçados;
  • Móveis e eletrodomésticos;
  • Festas e eventos;
  • Autopeças e afins.

Portanto, se você quiser ficar por dentro das inovações e dicas mais importantes da área, siga adiante na leitura e aprenda a importância de investir em Marketing de Conteúdo para fazer sua loja virtual mudar de patamar.

 

Qual a alma do Marketing de Conteúdo?

Também conhecido como content marketing, o marketing de conteúdo surgiu na esteira de várias mudanças radicais que ocorreram nas últimas décadas. 

Ou seja, ao contrário do que se imagina, ele não surgiu “do nada”, ou em função de meras estratégias de como se conquistar a atenção dos clientes e interessados no produto/serviço de uma marca.

Uma dessas principais mudanças se deu justamente no público em geral. Conforme a teoria das Gerações X, Y e Z, e dos Nativos Digitais, as últimas gerações nascidas no mundo ocidental dividem algumas características bastante parecidas, e que mudaram totalmente o modo de as pessoas se relacionarem com as empresas/marcas.

Outro modo de falar sobre content marketing é falar sobre inbound marketing, em contraposição ao marketing de tipo outbound. Como se pode deduzir das traduções literais, o inbound é o marketing “de entrada”, ao passo que o outro é o “de saída”.

Tudo isso pode parecer abstrato demais, porém tenha certeza: você jamais conseguirá gerar um conteúdo de qualidade, e um material que realmente impacte o público-alvo da sua loja virtual, se não compreender esses conceitos básicos.

Uma empresa que trabalhe na área de Locação de espaço para eventos, por exemplo, precisa saber que atualmente os gestores e gerentes que buscam espaços para eventos corporativos são provavelmente da Geração Y, talvez da Z (que são os nascidos em meados da década de 1990), e que têm um perfil bem diferente das gerações mais antigas.

Assim, o esforço da marca começa desde o branding (criação e gestão da marca), passando pelas estratégias de marketing propriamente ditas, como a do marketing de conteúdo, até atingir as peças e campanhas publicitárias.

Um dos traços dessa geração, por exemplo, é o da customização. Hoje, cada cliente quer sentir-se como se fosse único, e ser tratado como alguém especial, em vez de ser apenas um número qualquer no balanço geral de uma corporação.

Pode parecer pouca coisa, mas, no mesmo exemplo de festas e eventos, um simples Guardanapo decorado já costuma fazer diferença, tanto que, se você perceber, hoje toda tecnologia de comunicação gira em torno disso: a personalização. Para não falar nas redes sociais, que levam essa lógica ao máximo de suas possibilidades. Agora, veja as 03 regras que vão te ajudar a investir em Marketing de Conteúdo para sua loja virtual.

 

As 3 regras de ouro do investimento em conteúdo

Como vimos acima, o content marketing tem tudo a ver com as estratégias do marketing de tipo inbound. 

Esse termo remete ao fato de que hoje grande parte dos esforços das empresas não está na publicidade “de saída” (outbound), identificado pelos antigos comerciais de televisão e rádio, e por uma prospecção ativa de tipo apelativo e comercial.

Assim, os principais modos de se investir em geração de conteúdo para melhorar os resultados de sua loja virtual são os seguintes:

  • As newsletters e o e-mail marketing;
  • As redes sociais e o CtA (call-to-action);
  • Os blogs ou vlogs e o SEO (otimização).

Adiante entenderemos melhor como desenhar boas estratégias para atingir excelentes resultado por meio de cada uma dessas possibilidades.

O que precisa ficar claro desde já é a diferença entre fazer uma campanha de cunho apelativo e meramente comercial, e uma “conteudista”, que visa a agregar valor para o cliente e trazer informações realmente relevantes.

Antes, uma empresa que trabalhasse com Tubo industrial certamente focaria toda sua comunicação com o público em termos exclusivamente técnicos e voltados para especialistas da área. 

Hoje, mesmo que a demanda continue sendo técnica, é possível conciliar essa estratégia com outras soluções mais “amigáveis” e acessíveis.

O resultado disso é que o conteúdo bem feito acaba impactando pessoas em todas as etapas do funil, tal como vimos acima, de modo que mesmo uma indústria pode acabar conquistando um público maior do que o do seu nicho de mercado.

Outro exemplo da área de casa e construção é o da Caixa dágua de fibra de vidro. Como se sabe, diferentemente das feitas de aço inox ou de polietileno, as caixas de fibra têm uma proteção natural contra os raios UV, que aumentam sua vida útil e a tornam uma das preferidas em todas as regiões do Brasil.

As possibilidades que uma boa campanha de marketing de conteúdo traz para divulgar esse tipo de produto é incrível, como veremos adiante.

 

1.     As newsletters e o e-mail marketing

Um dos modos mais assertivos de fazer seus leads avançarem pelas etapas do funil é dispondo de matérias de qualidade gratuitamente. Também assim, o modo mais prático de fazê-lo é por meio dos e-mails, que consistem em uma estratégia simples e barata.

Certamente um artigo bem escrito sobre as vantagens da Cortina wave, que controla a temperatura ambiente e a luminosidade a ponto de preservar os móveis e revestimentos do local, chamará muito mais atenção e engajará muito mais do que um simples anúncio descrevendo esses traços técnicos do produto.

Além do mais, enviar o material por e-mail, no formato de newsletters, é um modo de criar um compromisso com o cliente, estipulando uma comunicação mensal, semanal ou mesmo diária.

O segredo aqui é escrever artigos de qualidade, manter a constância e não exagerar no tamanho dos conteúdos: além de frases e parágrafos curtos, é preciso que o texto seja bem sucinto e vá direto ao ponto do assunto, trazendo informações pertinentes sem cair em propaganda barata e apelativa.

 

2.     As redes sociais e o poder do CtA

Utilizar as redes sociais para fazer call-to-action (chamada para a ação) com os clientes é um recurso bastante eficiente, e sempre que associado ao marketing de conteúdo e a links para produtos da sua loja virtual, traz resultados excelentes.

Certamente, com o crescimento constante da concorrência, já não é possível ficar parado esperando o cliente encontrar o seu site em meio a tantas outras opções do mercado de lojas virtuais.

Um exemplo é o da área de Móveis de madeira para cozinha. Como é sabido, a quantidade de fábricas, lojas e showrooms do setor moveleiro é enorme. Portanto, além de disparar e-mails e newsletters constantes para os seus leads, outro modo de encontrá-los onde eles certamente estão é nas redes sociais.

O segredo aqui é primar ainda mais por conteúdos ágeis, textos curtos e que, se possível, encaminhem para links de conteúdos mais abrangentes. Assim, caso o cliente tenha gostado da chamada, é opção dele continuar a leitura em outra área, como um blog.

O importante é chamá-lo para dar sua opinião, curtir e compartilhar, de modo que a mensagem cumpra seu papel, gerando engajamento e participação dinâmica.

Se você vai falar sobre Lâmpada de led embutida, por exemplo, pode tratar da economia que esse produto traz em relação às lâmpadas antigas, perguntar ao público se eles sabem disso, e se saberiam fazer a conta de quanto é possível economizar, auxiliando-os.

 

3.     Os blogs / vlogs e o poder do SEO

Como dito acima, já não é possível ficar apenas esperando que o cliente encontre seu site entre tantas outras opções.

O SEO (Search Engine Optimization) consiste em fazer a otimização das suas páginas a fim de que elas apareçam com destaque nos motores de busca.

O indicado é que se faça isso com páginas institucionais ou de blogs. De fato, não adianta de nada aparecer com destaque se, quando acessada, a página não for boa.

Por isso, invista também em conteúdos de blogs. Se você já começou pelas newsletters e pelas redes sociais, é possível expandir os mesmo conteúdos já trabalhados em um texto mais elaborado, transformando-o em um post/artigo de blog.

Se você vai tratar sobre Rede de proteção animal, por exemplo, certamente encontrará material farto para explorar o assunto e chamar a atenção do público, já que se trata de um assunto delicado. Depois, quando se sentir mais preparado, evolua para um vlog.

Neste último caso, a estratégia consiste em transmitir o conteúdo do seu marketing por meio de vídeos, puxando a audiência para a sua loja virtual.

Esse é um dos estágios finais da comunicação da sua marca com o público, e certamente elevará sua empresa a um outro patamar de representação dentro do seu segmento. Então, para chegar lá, é preciso pôr a mão na massa!

Espero que com este texto, você possa ter tirado todas as suas dúvidas em por que investir em Marketing de Conteúdo para sua loja virtual. Ficou com alguma dúvida, leia os textos relacionados, abaixo.

 

Leia também: A importância do Marketing de Relacionamento para e-commerce

Leia também: Porque o endomarketing pode ajudar seu varejo físico

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.